Tampas de alojamento

Espumas no ciclo da moldagem por injeção

Como empreiteiro geral, a ARBURG, junto com seu parceiro Sonderhoff, desenvolveu o processo em linha MOLD’n SEAL, em que a moldagem por injeção é imediatamente seguida pela etapa de aplicação de espumas PUR. Com isso, você economiza tempo, recursos e espaço e consegue um nítido aumento na eficiência da produção

Um robô hexa-axial retira as tampas de alojamento ainda quentes da injetora hidráulica ALLROUNDER 570 S e, acompanhando precisamente o contorno, as conduz ao longo de um equipamento de dosagem que aplica a espuma PUR. Não existe mais a camada intermediária e o tempo de cura é claramente reduzido.

Destaques

  • Aumento da eficiência: processo MOLD’n SEAL interliga a moldagem por injeção com as espumas
  • A integração do processo reduz drasticamente as espumas e, com isso, economiza espaço, tempo e recursos
  • Processamento sequencial automatizado com robôs hexa-axiais programáveis pelo cliente

Informações principais

Tampas de alojamento
Cavidades: 4
Peso da peça:68 g
Material: PP GF35

Funcionamento

MOLD'n SEAL
Imediatamente após a moldagem por injeção, uma espuma de dois componentes é aplicada nos componentes ainda quentes, com o robô hexa-axial aplicando a vedação exatamente ao longo do contorno, segundo o princípio FIPFG. O tempo de cura de 10 min se reduz a 3 min. Não há mais necessidade de longos tempos de transporte e armazenamento temporário.

Tecnologia

Máquina
O núcleo da célula de fabricação constitui-se de uma ALLROUNDER 570 S hidráulica com 2.000 kN de força de fechamento. Um robô hexa-axial encadeia a injetora em linha diretamente com o sistema de dosagem para o PUR. O tempo de ciclo para a moldagem por injeção, manipulação das peças e espumas é de apenas 44 s.
ir para máquinas hidráulicas

Sistemas robóticos
O robô hexa-axial assume toda a manipulação das peças. Ele retira as peças, desloca-as com velocidade constante sob um sistema de dosagem 2K e as deposita em uma esteira de transporte. Você pode programar todos os processos graças à interface SELOGICA.
ir para sistema robótico

Setor

Indústria automobilística
No caso de produção em massa, vale a pena automatizar o processo e integrar etapas posteriores. Vamos voltar ao exemplo das tampas de alojamento para farois de veículos de passeio: nele nota-se como o encadeamento automatizado da moldagem por injeção e das espumas aumenta nitidamente a eficiência da produção.
ir para setor

Parceiros

Espumas PURSonderhoff
MoldeB&K
AutomaçãoFP