Assentamento de pedra inaugural em Loßburg

ARBURG desdobra instalações de produção

20.05.2019
No dia 16 de maio de 2019, a ARBURG colocou a pedra inaugural, dando início oficialmente à construção de um novo pavilhão de montagem. As novas instalações, de 28.500 m² de extensão, ampliam a capacidade da fábrica matriz da empresa em Loßburg para grandes máquinas injetoras ALLROUNDER e sistemas turn key.

Investimentos no futuro
Michael Hehl, sócio-diretor responsável pela área de Desenvolvimento de Fábrica, salientou em seu discurso os investimentos contínuos nas instalações exclusivas de produção: “Desde 2007, vamos dando passos contínuos avante, seja com a Sala de demonstração, o pavilhão de montagem, a ala de logística de Feiras, o Centro de Treinamento e, agora, com um novo pavilhão de montagem, cujo volume de investimentos está claramente posicionado na casa de dois dígitos de milhões de euros.” Com isso foram destinados, nos últimos doze anos, um montante considerável na casa de três dígitos de milhões de euros só a novas edificações.

Mais espaço para máquinas de grande porte e sistemas turn key
A ARBURG vem registrando há quatro anos um crescimento contínuo em grandes máquinas injetoras de até 6.500 kN de força de fechamento e em sistemas turn-key específicos de clientes. Isto já tinha dado origem à construção do pavilhão de montagem 22, construído em 2016. Como a capacidade dessas instalações já atingiu seu limite máximo, agora está sendo iniciada a construção do próximo pavilhão, que terá dois andares e uma área útil de 28.500 m², dos quais 21.900 m² serão destinados à produção e administração e o restante para tecnologia e deslocamento/movimentação. Dessa forma, a área útil total da fábrica matriz sofrerá uma ampliação de 17 %, chegando a praticamente 200.000 m².

Proteção ambiental e cuidado com a utilização de recursos e energia
A construção levará em consideração não só a funcionalidade e a estética, mas também o cuidado ao utilizar recursos e energia, como em todas as atividades construtivas realizadas pela ARBURG. Um exemplo disso é a utilização de geotermia para o aquecimento e refrigeração, do calor dissipado pelas máquinas e de água da chuva, bem como a ampliação das instalações fotovoltaicas Com a nova construção, e com estas e outras medidas, a ARBURG coloca em prática uma tecnologia de edificação altamente integrada que reduz o máximo possível a necessidade de energia primária, continuando a expandir ainda mais a estratégia de proteção ambiental da empresa.