ARBURG na rapid + TCT 2019

Première do freeformer 300-3X no exterior

02.04.2019
A ARBURG estará presente no exterior com a estreia do seu freeformer 300-3X de grande porte: A nova máquina estará em exposição na rapid + TCT em Detroit (Michigan/EUA) de 21 até 23 de maio de 2019. O freeformer fabricará, no pavilhão C, estande 1253, pontas de garra resistentes feitas de copolímero de acrilonitrila, butadieno e estireno, TPE e material de suporte em combinação de material duro-flexível.

freeformer 300-3X pela primeira vez no exterior
“Na rapid + TCT, mostraremos os grandes processos realizados em ARBURG Plastic Freeforming (APF). O destaque será o freeformer 300-3X, a primeira máquina capaz de fabricar de forma aditiva combinações de material duro-flexível com estrutura de suporte a partir de três componentes”, afirmou o gerente de Vendas de freeformer da ARBURG, Lukas Pawelczyk.

Combinações resistentes de material duro-flexível a partir de três componentes
O freeformer 300-3X e suas três unidades de descarga abrangem aplicações totalmente novas. A unidade em exposição na rapid + TCT 2019 fabrica pontas de garra móveis feitas de copolímero de acrilonitrila, butadieno e estireno, TPE e material de suporte em uma única etapa e sem processos de montagem adicionais.
ir para Novidades de produtos - freeformer 300-3X

Ampla gama destinada à fabricação aditiva industrial
O processo APF é especialmente adequado para a fabricação aditiva industrial de componentes funcionais, entre outros, peças de plástico para artigos de consumo, peças de reposição de material original e implantes para tecnologia médica. O TPE-S (MD 12130H premiado) com dureza Shore A 32, aprovado pela FDA, pode ser processado exclusivamente com o freeformer. Em Detroit, um freeformer 200-3X fabrica com esse material e duas unidades de descarga componentes com estrutura alveolar para serem usados em construções leves ou como elemento filtrante.
ir para o processo de APF

Numerosos componentes e estações interativas
Na rapid + TCT 2019, o público especializado pode obter uma impressão da capacidade de desempenho dos freeformers também com base em vários componentes funcionais. Serão expostos, por exemplo, bornes de cabos em PP, discos de teste de PMMA e foles de TPE elástico. Adicionalmente, os visitantes profissionais poderão testar pessoalmente a funcionalidade e resistência de componentes funcionais selecionados em duas estações interativas. Entre esses componentes estão, por exemplo, uma “membrana de teia de aranha” elástica finíssima feita de TPE-S para medicina, tampas com rosca feitas de PP e implantes para o crânio em PLLA reabsorvível.
ir para Componentes do freeformer