Máquinas verticais

Primeiro lugar para a ergonomia

Nas nossas máquinas injetoras ALLROUNDER verticais, a ergonomia ocupa um lugar de destaque - para que você possa sobreinjetar peças de inserto com eficiência. Apresentamos, nos nossos vídeos, a extensa variedade de conceitos de máquinas automatizadas até soluções especiais, específicas para o cliente.

Dilatador

Componentes da tecnologia médica: produção totalmente automatizada
A solução turn-key para a sobreinjeção automatizada de componentes tecnológicos médicos satisfaz as exigências de sala limpa da classe 8 (ISO 14644). Com o uso da célula de produção, consegue-se claramente aumentar o número de unidades e reduzir os rejeitos.

O ponto central da instalação é uma ALLROUNDER 275 V. Um robô hexa-axial assume as atividades que antes eram executadas manualmente: ele insere quatro tubinhos dilatadores sob o controle de câmeras em um inserto de molde, posiciona esses tubinhos no molde quádruplo, extrai as peças sobreinjetadas com PE, separa o ponto de injeção e deposita os tubinhos prontos em uma esteira de transporte. Um ciclo completa leva 15 s.

Download

Revista do cliente today 52, pág. 14-15 “More parts - less rejects” (inglês) (PDF - 3,2 MB)

Trio em sincronia

Solução turnkey para mecanismo automático de partida e parada no automóvel
Na fabricação automática de componentes automotivos, três robôs hexa-axiais assumem todo o manuseio. A função "rotação comandada por evento" substitui o sentido de rotação para o alinhamento das peças. Os robôs se movem sincronamente com a máquina na área de trabalho.

No ponto central da célula de fabricação, há uma ALLROUNDER 375 V com molde quádruplo, cujo comando SELOGICA integra três robôs. A peça, um conector macho para o mecanismo automático de partida/parada de veículos de passeio, consiste em um inserto metálico e dois contatos macho, que são sobreinjetados com PBT reforçado com fibra de vidro. Os insertos são disponibilizados através de uma alimentação por bandeja e uma célula de alimentação feeder com robôs Scara. Alinhar e inserir os componentes no molde, extrair as peças prontas e a inspeção 100% por câmera são atividades assumidas pelos robôs. Dessa forma, em um turno surgem um total de 3.000 componentes.

Download

Revista do cliente today 53, p. 19-21 “A perfect trio” (inglês) (PDF - 3,6 MB)

Sobreinjeção de cabos

Extrema flexibilidade em espaço mínimo
Para a sobreinjeção automatizada de insertos, é utilizada uma célula de produção compacta ao redor de uma ALLROUNDER 375 V, vertical. O manuseio do cabo flexível fica por conta do robô hexa-axial. Com isso, o trabalho manual de preparação e colocação se torna desnecessário.

Na instalação, cabos de diferentes comprimentos são inseridos de forma totalmente automática em várias cavidades e em posições distintas em um molde quádruplo e, em seguida, sobreinjetados. O sistema chama a atenção por sua extrema flexibilidade, tempos de ciclo curtos e elevada disponibilidade. Os destaques dessa aplicação são o manuseio flexível de peças dobráveis não rígidas bem como o robô hexa-axial com a interface de operação SELOGICA e conexão direta ao comando da máquina.
ir para peça moldada

Reel-to-reel

Processo reel-to-reel
No processo reel-to-reel, é possível executar a sobreinjeção de circuitos impressos com terminais. Na fabricação de clipes, uma injetora vertical é equipada com um molde de combinação que separa as peças prontas da esteira portadora. O processo mostra do que é capaz, combinando ciclos curtos de 30 s com qualidade de peças sempre elevada.

Devido à inclusão de diversas etapas de processamento, a instalação de fabricação automatizada trabalha em torno de uma ALLROUNDER 275 V vertical de forma muito lucrativa. As peças estampadas são desenroladas do rolo por um enrolador horizontal. A cinta pré-estampada com o clipe pré-moldado é alimentada na injetora e sobreinjetada com plástico. A segunda etapa separa o clipe pronto e concomitantemente o clipe seguinte já é sobreinjetado. As peças prontas deslizam por uma rampa e caem em uma esteira de transporte.