Máquina de moldagem tipo cubo

Eficiência para séries em grande escala

Nossas ALLROUNDER CUBE são máquinas injetoras desenvolvidas sob medida para moldes cubo. Sua unidade de fechamento servoelétrica por alavanca-joelho permite ciclos rápidos a uma demanda reduzida de energia – a base ideal para uma produção em grande escala a custos unitários reduzidos.

Rolos de base

O processo de moldagem por molde cubo economiza 40% do tempo de ciclo
O novo sistema de cubo reverso da Foboha para a ALLROUNDER CUBE da ARBURG aumenta a qualidade, acelera o tempo de ciclo em até 40% em comparação com duas máquinas injetoras separadas, incluindo o processo de montagem, e oferece enormes economias em termos de custos e área de posicionamento.

Cada ALLROUNDER CUBE 2900 produz, com um molde cubo de 24+24 cavidades, cujas metades estão dispostas uma em cima da outra, simultaneamente 24 tomadas de PP e 24 rolos de POM. O tempo de ciclo é de aproximadamente 9,5 segundos. As metades do cubo giram 90° uma contra a outra. Enquanto se injeta em um lado do cubo, os componentes nos outros três lados esfriam até o ponto em que possam ser montados diretamente na ferramenta. A montagem das peças individuais em rolos de base das máquinas de lavar louça é realizada por um robô de seis eixos.

Tampas flip top

A ALLROUNDER CUBE foi especialmente concebida para aplicações de alta velocidade. Com uma força de travamento de 2.900 kN e duas unidades de injeção nos tamanhos 800 e 400, ela produz tampas “flip top” bicolores de PP em um ciclo de 8,5 s de duração.

Com suas quatro faces úteis e duas uniões do molde alocadas uma por trás da outra, o molde cubo com 32+32 cavidades oferece claras vantagens: a produção da pré-injeção e do produto final, bem como o resfriamento e a extração, são executados ao mesmo tempo. A parte superior em forma de gota, de 0,8 g de peso, é produzida como primeiro componente, na segunda posição, a face do cubo é arrefecida e, na terceira posição, o segundo componente, de 2,4 g de peso, é injetado. Na quarta face do molde, as tampas “flip top” são extraídas, colocadas em uma estação separada e fechadas, sem interferir na duração do ciclo. Por último, é executado o controle de qualidade visual das peças acabadas.