Moldagem por injeção de peças de construção leve

Quando cada grama conta!

A construção leve é procurada em muitos setores como uma “solucionadora de problemas”. A meta é reduzir o peso da peça com as melhores propriedades mecânicas possíveis. Neste caso, são empregados processos da ARBURG, como a aplicação física de espuma com ProFoam, o processo de FCD, inclusive em combinação com chapas orgânicas, e a Moldagem por Injeção de Compósitos de Espuma de Partículas (PVSG).

Fibrocomposição direta (FDC)

Componentes de construção leve com reforçados em fibra de vidro
Na fibrocomposição direta (FDC), as fibras sem fim são recortadas e encaminhadas diretamente para a massa líquida. Esse processo é uma alternativa econômica para o processamento de compostos com enchimento de fibra. Além disso, no processo de FDC, o comprimento e a parte de fibra e a combinação do material podem ser preparados de forma individual e muito flexível, influenciando, com isso, as propriedades dos componentes.

Uma ALLROUNDER 820 S hidráulica e de 4.000 kN de força de fechamento produz componentes em PA reforçado com fibra de vidro longa para articulações altamente resistentes de artigos domésticos. A constância do peso total da injeção e o teor de fibra são representados por meio de um controle de peso integrado na automatização. O resultado da medição é controlado no comando SELOGICA em forma de parâmetro do processo. Um sistema robótico linear MULTILIFT V deposita as peças prontas em uma esteira transportadora.

ProFoam

Construção leve com reforço de fibra de vidro
Para a moldagem física de termoplásticos com espuma, a ARBURG oferece o novo processo ProFoam. Nesse processo, o granulado de plástico é enriquecido com fluido expansor em uma comporta de granulado antes da unidade de injeção. Isto evita o cisalhamento adicional de plásticos reforçados com fibra de vidro.

O ProFoam permite realizar a moldagem por injeção de componentes leves, estáveis e de baixa deformação com estrutura da espuma homogênea. Normalmente, a utilização de materiais reforçados com fibra resulta em um comprimento médio maior das fibras de vidro no componente do que nas moldagens por injeção compacta habituais. Um bom exemplo é a carcaça cinemática empregada no interior de veículos em aplicações automotivas, que pesa apenas 361 gramas e é 13% mais leve do que um componente compacto equivalente.

Moldagem por injeção de compósitos de espuma de partículas

Elemento em compósito de espuma de partículas
Ao realizar a Moldagem por Injeção de Compósitos de Espuma de Partículas (MICEP), ocorre a combinação do inserto de espuma de partículas com o plástico. A fusão definida da superfície do inserto com espuma na moldagem por injeção do plástico cria uma peça leve com ligação mecânica duradoura, sem etapas de montagem posteriores.

O núcleo da solução de automação flexível e compacta é uma máquina injetora hidráulica de dois componentes que produz uma roda para modelo em uma única etapa, composta por pneus em EPP, aro em PP e um revestimento em TPE. Para o manejo das peças, utiliza-se um robô Agilus de seis eixos (Kuka/fpt) móvel, que se desloca em um eixo linear anexado transversalmente à máquina. A flexível solução de sete eixos possibilita movimentos dinâmicos e intervenções 43% mais rápidas no molde, resultando em tempos de ciclo mais curtos e maior produtividade.

Alavanca para construção leve

Combinação forte: fibras longas e chapas orgânicas
O exemplo da alavanca mostra como a nova fibrocomposição direta (FDC) pode ser combinada com a sobreinjeção de duas peças de inserto de termoplástico (chapa orgânica) com reforço de filamentos de espessuras diferentes. O resultado: um componente composto capaz de substituir metal.

Um robô de seis eixos pega as duas peças de insertos termoplásticas de espessuras diferentes e reforçadas com fibra sem fim (chapas orgânicas), aquece-as em ambos os lados e somente depois, poupando material, insere-as na temperatura exata da moldagem. Uma ALLROUNDER 820 S servohidráulica sobreinjeta as chapas orgânicas com PP reforçado com fibras longas e, em um tempo de ciclo de 40 s, produz um componente com mais de 500 mm de comprimento de apenas 200 g, com elementos acessórios funcionais e de reforço.